• Guilherme Cardoso

A Justiça no escuro


Semana passada eu até elogiei a Justiça do Amapá por ter suspendido por 60 dias a diretoria da Aneel e da NOS, por gestão incompetente que causou o apagão naquele Estado. E até critiquei que não entendia porque eles foram suspensos e continuariam a receber normalmente seus gordos salários.

E não é que dois dias depois um outro juiz, agora de uma instância superior cancela a punição dada aos diretores e tudo volta ao que era antes?

E o que era antes era o apagão que continua até hoje, sem nenhuma providência mais efetiva por parte das autoridades competentes.

E o presidente Bolsonaro chegou a ir à capital Macapá, andou de cavalo, fez política, não resolveu nada e foi vaiado por aqueles que estão há mais de 20 dias na escuridão.

Um desrespeito total à dignidade e aos Direitos Humanos do povo do Amapá.

Esta é a nossa Justiça e este é o nosso país do faz-de contas.

0 vistas0 comentarios

Entradas Recientes

Ver todo